Procrastinação: Ahhh! Amanhã eu faço!

Quantas vezes você disse a frase do tema deste post nos últimos dias? Só não vale responder: "Ahhh...depois eu conto!" (rsrsrsrs). Brincadeira a parte, o tema de hoje faz parte do cotidiano de muita gente.


Resolvi falar um pouco desse tema pois acabei passando por situação parecida nos últimos dias. Não! Não me considero um procastinador convicto, mas acredito que todos nós temos momentos procrastinadores. As vezes temos tal atitude e nem percebemos. Quando falo em "momentos procrastinadores", quero passar a ideia de algo esporádico. Ou seja, ninguém é procrastinador em 100% das atividades e o tempo todo. Isso nos faz pensar que a procrastinação está relacionada à importância de determinada atividade e/ou até mesmo urgência da mesma. Em alguns casos a procrastinação se confunde com planejamento. É isso mesmo que você leu, planejamento! Você deve tá se perguntando: "Como um ato de tamanha irresponsabilidade pode ser comparado a algo tão fundamental para o sucesso?" Pois é, procrastinar com responsabilidade nada mais é do que uma forma de planejamento. Concorda? Se um individuo adia/prorrogar/deixa para depois uma atividade que não exerce um papel fundamental naquele momento no projeto, ele está procrastinando - porém, com responsabilidade e planejamento.


Procrastinar nada mais é do que deixar para depois, adiar, prorrogar, retardar, postergar, protelar. Enfim, é a atitude de adiar toda ou determinada atividade que possa fazer parte ou não da rotina de um individuo, seja ela relevante ou não. Um fator interessante é que tal ato está diretamente ligado às obrigações ou deveres. Observa-se, também, que o ser humano não procrastina atividades que possam de alguma forma lhes transmitir prazer.



Fatores Relacionados

Existem diversos fatores que estão relacionados a procrastinação, entre eles estão:

  • Tempo

Você já deve ter escutado a expressão: "Estou sem tempo". Acredito que este seja o fator que mais influencia na vida de um procrastinador, e também é a desculpa favorita de muitos deles (rsrsrs). O tempo é o mesmo para todos nós, a diferença está na forma como fazemos proveito do mesmo. Para um procrastinador o tempo não está associado ao planejamento e a qualidade na realização de determinada tarefa. Não há a ideia bem estruturada de: "quanto mais cedo começar melhor ficará", "menos adversidades aparecerão no caminho" ou "será mais fácil contornar possíveis dificuldades". Portanto, falta a capacidade de "administrar o tempo" (tema do próximo post).

  • Relevância

É relevante ou não? Qual o grau de importância? Cabe ao indivíduo estabelecer parâmetros que auxilie na verificação da relevância da ação. Em algumas empresas quem determina o grau deste item geralmente é a gestão. O que pode ser feito para classificar as atividades é uma lista de prioridade. Simples e objetiva, basta listar e estabelecer o grau de importância para cada tarefa. Não há como não tirar de letra este item.


  • Eficácia x Eficiência

O procrastinador é uma pessoa eficaz, porém não consegue ser eficiente. Ser eficaz é alcançar os objetivos pretendidos. Já, ser eficiente representa alcançar tal objetivo da melhor forma possível e com excelência. Logo, fica evidente que ser eficiente não é uma característica de um procrastinador. Ser eficiente faz com o profissional se destaque positivamente, diferente do procrastinador que por sua vez acaba não conseguindo agregar 100% de qualidade às suas atividades por conta da relevância e tempo que é dada a elas.

  • Imediatismo

É comprovado através de estudos e pesquisas que o ser humano possui em sua essência o imediatismo. Em outras palavras o homem tende a dar mais atenção ao presente do que ao futuro. É um fator cultural que está intrínseco na sua personalidade. Sendo assim, o foco no urgente supera o foco no importante e cria-se uma inversão de prioridades que influenciam diretamente no comportamento do individuo, fazendo com que haja a prorrogação de determinada ação (falta de planejamento).

Conclusão

A procrastinação está presente no comportamento de muitos profissionais. Cabe aos mesmos determinarem a relevância e associá-la a um planejamento conciso, afim de evitar transtornos e imprevistos que possam influenciar negativamente no resultado de um projeto, tarefa ou qualquer que seja a ação. Portanto, procrastine positivamente! Sempre com planejamento. "Procrastinar Positivamente": duas palavras antagónicas, porém, juntas podem fazer um grande sentido no seu dia a dia.

"Para quem não sabe aonde vai, qualquer caminho serve."

Mais postagens
Posts recentes
Arquivo
Tags
Precisa de mais informações?

Estamos aqui para ajudá-lo. Entre em contato por telefone, WhatsApp ou deixe uma mensagem.

logo - whatsapp.png
Balão_de_conversa_-_WeSolve_Consultoria.