Consultoria Empresarial: Agente de Mudança

Olá Pessoal! Hoje vou escrever um pouco sobre as atividades desempenhadas pelas consultorias empresariais. Sou meio suspeito para falar sobre o assunto, pois faço parte deste nicho. Mas irei procurar ser o mais imparcial possível, assim como o trabalho de um consultor empresarial deve ser desenvolvido.

O que é Consultoria Empresarial?


Atualmente, os serviços desempenhados por consultorias empresariais têm ganhado cada vez mais importância entre as organizações. Visando sempre a melhoria do meio organizacional, as consultorias destacam-se por serem agentes externos. Que por sua vez possuem maior facilidade, imparcialidade e clareza de identificar/trabalhar pontos que seriam de extrema dificuldade ou até mesmo impossíveis para determinadas empresas.


Para Rebouças (2011, p.4): "consultoria empresarial é um processo interativo de um agente de mudanças externo à empresa, o qual assume a responsabilidade de auxiliar os executivos e profissionais da referida empresa nas tomadas de decisões, não tendo, entretanto, o controle direto da situação.”



Levando-se em consideração a definição acima de consultoria, é possível associar a imagem do consultor a um agente externo responsável por apresentar as opções possíveis e reais de melhoria em um determinado processo dentro da empresa. Ou seja, podemos comparar o consultor empresarial a figura de um "médico", que fornece o diagnóstico da empresa e "receita" qual remédio se aplica melhor para sanar determinada "enfermidade". Dificuldades que a Consultoria pode encontrar:

Muitas vezes os serviços de consultorias não são bem vistos por funcionários de algumas empresas. Entre estes funcionários (muitas vezes os com vários anos de empresa e pertencentes a Geração X) há uma falsa ideia de que o serviço é contratado com o único intuito de redução de custos (Lê-se: redução do quadro de funcionários e mudanças...rsrsrsrs). Claro que em alguns casos é necessário, porém isto não é regra. Nos casos que se faz necessário a redução, a figura do consultor acaba sendo hostilizada e consequentemente acaba encontrando mais dificuldades de desempenhar o trabalho em toda sua plenitude.

Sem dúvidas, a maior dificuldade que o consultor pode esbarrar numa organização é a resistência a mudança.

A resistência pode ser vista como uma forma que determinado empregado encontra para não ter que restabelecer o seu valor dentro da organização (é a famosa zona de conforto). Ou seja, é um mecanismo de defesa utilizado muitas vezes como forma de protesto por alguma possível mudança que ocorrerá e provavelmente irá causar impacto em sua rotina de trabalho. Como já foi dito, este tipo de profissional(se é que podemos chama-lo dessa forma) geralmente faz parte de uma geração conservadora onde há uma certa insegurança quando o assunto é: mudança. Estou falando da Geração X(em breve irei criar um post falando sobre as Gerações X, Y e Z).


Para Kotter e Schlesinger(2008, p.2), “os esforços de mudança organizacional vão com frequência ao encontro da resistência humana”.



Segundo Rebouças(2011, pg.77) a cultura organizacional: “é composta de padrões prevalentes de valores, crenças, sentimentos, atitudes, normas, interações, tecnologias, métodos e procedimentos de execução de atividades, bem como de suas influências sobre as pessoas da empresa”.

Benefícios para a Empresa ao Contratar uma Consultoria:

1 - Melhor utilização do tempo;

2 - Precisão na Identificação do Problema(Diagnóstico);

3 - Criação de Indicadores;

4 - Apoio nas Tomadas de Decisões;

5- Feedback Imparcial/Neutralidade;

6- Maximização de Lucros e Redução de Custos;

7 - Inovação;

8 - Otimização de métodos e processos;

9 - Interação entre os diversos setores da empresa;

10 - Ganho de produtividade e competitividade;

11 - Aumento de know-how;

Conclusão

Enfim, consultoria empresarial é um campo muito amplo que está em constante crescimento e se adptando de acordo com as mudanças do mercado. Sua missão nada mais é do que fazer com que as organizações sigam as tendências do mercado e consequentemente subam um degrau por vez da escada do sucesso.

Espero ter conseguido abordar o tema de forma clara e objetiva...e que vocês tenham gostado! Uma ótima semana a todos e até o próximo post.


Fontes:


CHIAVENATO, Idalberto. teoria geral da administração. 6ª ed. revi. e atual. São Paulo: campus, 2001;

OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças. Manual de Consultoria Empresarial: conceitos, metodologia, práticas. 10ª. ed. São Paulo: Atlas, 2011;

KOTTER, P. J. e SCHLESINGER, A. L. Escolhendo estratégias para a mudança. In: KOTTER, P. J. Afinal, o que fazem os líderes: a nova face do poder e da estratégia. Rio de Janeiro: Campus, 2000.

Mais postagens
Posts recentes
Arquivo
Tags
Precisa de mais informações?

Estamos aqui para ajudá-lo. Entre em contato por telefone, WhatsApp ou deixe uma mensagem.

logo - whatsapp.png
Balão_de_conversa_-_WeSolve_Consultoria.